fbpx

Novembro Azul. Precisamos falar sobre prevenção

  • 5 de novembro de 2019

Em novembro é estimulada mundialmente a conscientização a respeito dos riscos, formas de prevenção, diagnóstico e tratamento do câncer de próstata. Esse câncer que ainda possui muita resistência, principalmente pela forma que é feito o seu diagnóstico mais eficaz, por meio do exame do toque retal.

Essa resistência se evidencia pelo fato da falta de informação e preconceito por parte do público masculino, que não admite o toque retal como meio de diagnóstico. O que é um erro! Canceres identificados no início possuem as chances de cura aumentadas drasticamente.

Para te ajudar a entender melhor sobre o assunto e se cuidar. Elaboramos esse artigo com informações básicas sobre esse tipo de câncer. Acompanhe:

O que é o câncer de próstata?

No decorrer da vida, conforme a nossa próstata vai realizando as suas funções, pode acontecer de algumas células se desenvolverem de maneira anormal, culminando no surgimento de um tumor. Esse tipo de câncer não tem nada a ver com questões de hábitos sexuais, mas sim de questões fisiológicas.

O câncer de próstata é comum?

Muito mais do que gostaríamos que fosse. Esse tipo de câncer é o segundo que mais atinge o público masculino no Brasil, e estima-se que apenas no ano de 2018 houveram mais de 68 mil novos casos da doença. Pesquisas demonstram que por ano, em nosso país, haverão 66,12 novos casos de câncer de próstata para cada 100 mil habitantes. Isso é muita coisa!

Quais são os principais sintomas?

Esse é um dos grandes problemas desse tipo de câncer, nas fases iniciais ele quase não apresenta sintomas que o evidenciem. Em alguns casos o paciente poderá sentir alterações nos hábitos urinários, podendo aumentar ou diminuir a quantidade e fluxo da urina. Nas fases avançadas a doença poderá desencadear dores nos ossos, insuficiência renal, infecções generalizadas, além de anormalidade urinária.

Como é feito o diagnóstico?

Atualmente existe um exame chamado PSA que é feito por meio da coleta sanguínea e que possui a capacidade de indicar anormalidades que possam sugerir a presença do câncer de próstata. Esse seria o primeiro exame que o paciente deve fazer, e havendo alterações, para confirmação do quadro, é indicado o exame do toque.

Apesar de todo o preconceito envolvido com o exame de toque, ele é o mais rápido, barato e efetivo na detecção da doença. Por isso, é tão importante realiza-lo. Não se esqueça de curtir e compartilhar o nosso texto.

Compartilhe

Talvez você se interesse por: